quinta-feira, junho 21, 2007

TREZE HOMENS E UM NOVO SEGREDO

Finalmente a "Temporada dos Três" mostrou a que veio. Sim, porque não há quem não negue que os terceiros HOMEM-ARANHA e PIRATAS DO CARIBE foram enormes decepções, enquanto que SHREK TERCEIRO até divertiu, mas que ainda assim foi o mais fraco da trilogia. Felizmente isso não se repetiu na franquia comandada por Steven Soderbergh (diretor oscarizado por TRAFFIC, 2000) e estrelada por um dos mais impressionantes elencos já reunidos em Hollywood: George Clooney, Brad Pitt, Matt Damon, Andy Garcia, Don Cheadle (indicado ao Oscar por HOTEL RWANDA), Bernie Mac (AS PANTERAS DETONANDO), Elliott Gould (o pai de Monica e Ross no seriado "Friends"), Casey Affleck (irmão de Ben Affleck), Scott Caan (filho de James Caan) e Carl Reiner (famoso diretor de televisão, vencedor de 5 Emmys), entre outros tantos. TREZE HOMENS E UM NOVO SEGREDO não só é muito superior ao anterior, DOZE HOMENS E UM OUTRO SEGREDO (que até tinha seus momentos divertidos, mas decepcionava numa avaliação geral), como se sai bem até em comparação ao primeiro da série, ONZE HOMENS E UM SEGREDO, que já tinha ido muito bem tanto em relação à crítica quanto junto ao público (quase US$ 200 milhões nas bilheterias só nos EUA)!
E não é pouca coisa ser apontado com o melhor dos três, ainda mais depois de tantos terem se apressado em declarar o fim da série após o tímido desempenho do segundo filme. O melhor de TREZE HOMENS é que ele vai além de um retorno às origens: é humilde o suficiente em se satisfazer apenas com o mais simples, com o básico, e dentro do que propõe se apresenta como uma obra
impecável de entretenimento.
A trama de TREZE HOMENS E UM NOVO SEGREDO é sobre um roubo de um cassino. Fica para trás as aventuras européis rocambolescas de DOZE HOMENS e as trapalhadas amorosas de ONZE HOMENS: o que interessa, agora, é a pura e imediata vingança, o golpe bem dado e todos os elementos do plano funcionando à contento. E quem ganha com isso é o espectador, que fica atento a cada movimento ou nova situação.
Um dos "onze" homens de Danny Ocean (Clooney), Reuben (Gould), é passado para trás por um outro negociante, Willy Bank (o grande adendo do elenco, um Al Pacino em ótima forma, que parece estar se divertindo tanto quanto os outros). Isto ocorrido, os demais se unem para vingar o amigo. Pronto, e é exatamente o que acontece, sem mais, nem menos, sem surpresas de última hora (claro que estas existem, mas para acrescentar dentro de um contexto, e não para distrair originando algo novo e diverso) ou reviravoltas forjadas.
Um ponto importante, presente com ainda mais força, é o bom humor. Piadas internas (Clooney recomendando que Pitt deveria se casar e ter filhos, referência ao casamento do ator com Angelina Jolie e aos vários filhos que os dois têm, adotados ou não), reencontros marcantes (Pacino e Ellen Barkin novamente juntos, dezoito anos depois de VÍTIMAS DE UMA PAIXÃO), comentários de outros filmes (Pitt recomendando que Clooney perca a barriga, a que o ator teria ganho para fazer SYRIANA, o nariz falso de Damon que deveria ter aparecido em OS IRMÃOS GRIMM) e até mesmo a ausência das estrelas Julia Roberts e Catherine Zeta-Jones contribuem para termos um filme mais enxuto, conciso em sua proposta e mais bem sucedido dramaticamente. E se você não der boas risadas nem mesmo com a participação de Oprah Winfrey, então é porque não entende nada de cultura pop!
TREZE HOMENS E UM NOVO SEGREDO não chega a ser um blockbuster, mas está indo bem de público e crítica. Ficou em primeiro lugar nas bilheterias norte-americanas quando estreou, com quase US$ 40 milhões arrecadados no final de semana. Um bom resultado, que certamente irá ajudar a melhorar a imagem da saga entre os que duvidam da força do projeto. E que venha QUATORZE HOMENS E UM SEGREDO AINDA MELHOR o quanto antes!

Ocean's Thirteen, EUA, 2007
(nota 9)


3 comentários:

Maria Paula Letti disse...

quero ver! me dá um convite? ;p

love disse...

I HEART STEVEN SODERBERGH

LU K. disse...

Fiquei meio assim em ver este filme... achei q fosse mto igual aos outros... mas enfim.
Vc viu Zodíaco? Ahhh... é muito bom! Amei! Meio noir, muito bom!
bjs